Irmã Dulce e o Espiritismo

 

Irmã Dulce e o seu relacionamento amigável e respeitoso com o Espiritismo.

A veneranda Irmã Dulce, outro espírito luminoso que passou pela Terra, em Salvador, Bahia, era grande amiga de Divaldo Franco, criador e mantenedor da Mansão do Caminho, que atende mais de 3.000 crianças por dia naquela cidade.

Quando dispunha de saúde relativa, ela não tinha preconceito algum e, seguidamente, ia ao Centro Espírita Caminho da Redenção e perguntava a Divaldo:

– Meu filho, a irmã do “lado de lá” tem mensagem à irmã do lado de cá?!

“Irmã do lado de lá”, simplesmente é a Mentora Espiritual de Divaldo Franco, Joanna de Ângelis.

Depois de certo tempo, quando a saúde de Irmã Dulce se agravou, era Divaldo quem ia visitá-la em seu hospital, onde ela ficava boa parte do tempo em uma cadeira, orientando os trabalhos, e ali era sua cama.

A seu lado, sempre um balão de oxigênio.

Divaldo, uma vez indagou:

– A irmã não gostaria que fizéssemos uma campanha para comprarmos uma cama hospitalar para a senhora? Ela respondeu:

– Não, meu filho, graças a essa cadeira eu já consegui mais de 20 camas para meus doentes…

As pessoas doavam-lhe camas achando que ela iria ter mais conforto, mas aquele nume tutelar dos doentes e sofredores abria mão das camas e assim seu hospital tinha mais leitos…

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *